Registro de Riscos da Comunidade Kent 

Riscos muito altos

Os 'riscos muito altos'  delineado  nesta página estão  riscos primários ou críticos que requerem atenção imediata. Eles podem ter uma probabilidade alta ou baixa de ocorrência, mas suas consequências potenciais são tais que devem ser tratadas com alta prioridade.

 

Isso pode significar que estratégias devem ser desenvolvidas para reduzir ou eliminar riscos, mas também que a mitigação na forma de planejamento, exercícios e treinamento genéricos (multi-agências) devem ser implementados e o risco monitorado regularmente.

Deve-se considerar que o planejamento seja específico para o risco e não genérico.

Inundações graves no interior

As inundações no interior podem ocorrer como resultado do transbordamento dos rios, da saturação das águas subterrâneas ou da impossibilidade de drenagem das águas superficiais.

As consequências das inundações incluem: 

  • Risco à vida e à saúde. 

  • Danos a casas, empresas, comunidades, terras agrícolas e infraestrutura. 

  • Evacuação de moradores em fases de curto, médio e longo prazo. 

  • Interrupção de serviços públicos (eletricidade e abastecimento de água). 

  • Poluição e contaminação do meio ambiente. 

  • Impacto na economia e negócios locais.

 

Inundações locais/urbanas

Esta avaliação considera um evento 'regional' em que os fluxos de água criam um perigo para a vida. A profundidade e a velocidade dos fluxos de água podem ser variáveis dependendo da localização e do clima.

 

É muito provável que a ajuda mútua seja exigida de outras regiões. Devido à escala do evento, é provável que os recursos nacionais precisem ser priorizados.

 

A infraestrutura e a recuperação econômica podem levar entre 6 e 18 meses.

Doença do tipo influenza

As doenças infecciosas podem ter um impacto significativo na saúde, particularmente naqueles com problemas de saúde existentes e podem causar uma pressão sobre o setor de saúde.

 

A gripe pandêmica é causada por um novo vírus da gripe que se espalha rapidamente causando epidemias generalizadas em países ao redor do mundo. Geralmente ocorre quando surge uma nova cepa para a qual não há vacinação atual.

 

É improvável que uma pandemia se origine no Reino Unido, no entanto, devido à natureza das viagens internacionais, o Reino Unido estará em risco. A Organização Mundial da Saúde mantém vigilância internacional constante para monitorar e rastrear quaisquer surtos emergentes.

 

Os sintomas variam dependendo da natureza da cepa, mas geralmente incluem dor de cabeça, febre, tosse, dor de garganta e dores musculares e nas articulações. As complicações secundárias mais comuns da gripe são bronquite e pneumonia bacteriana secundária. Mais detalhes podem ser encontrados no site do NHS.